Como se forma um Fossil?!

Quinta-feira, 26 de Março de 2009

Alimentação das Trilobites

 

Sabendo que as Cruziana são um tipo específico de icnófosseis, e que correspondem às impressões dos apêndices locomotores deixadas no acto de obtenção de alimento, resta-nos saber como realmente se alimentavam as trilobites.

 

 

Regressemos ao passado e imaginemos uma trilobite a alimentar-se de matéria orgânica contida nos sedimentos, escavando e revolvendo, “lavrando” o substrato arenoso até atingir a interface deste com um nível argiloso de elevada plasticidade. A depressão gerada no nível argiloso por acção dos apêndices locomotores, à medida que o animal avança processando ao alimento, pôde ser preservada e realçada através de certos mecanismos de fossilização, dando origem às inúmeras marcas serpentiformes que hoje podemos contemplar nas imediações de Penha Garcia” (C. Neto de Carvalho, 2004)

 

 

Publicado por Inês e Joana às 18:12
Link do post | Comentar | Vdicionar aos favoritos

Mais sobre nós

Pesquisar neste blog

 

Junho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Posts recentes

Pseudoicnofósseis

Os Olhos das Trilobites

Vantagens dos Icnofósseis...

IV Congresso de GeoCienti...

Jornal ESALpicos – IV Con...

Alimentação das Trilobite...

Enquadramento Geológico d...

IV Congresso de Jovens Ge...

Rusophycus

Algumas Fotografias...

Arquivos

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008